Muflão albino perseguido durante nove horas


Só porque era raro, só porque era diferente…

Foi em plena pandemia (Setembro de 2020), em mais uma das inúmeras caçadas organizadas nos chamados cercões - quintas vedadas - do nosso país.

Uma notícia de uma revista de caça espanhola dá-nos conta que a organização da caçada que vitimou este pobre Muflão e muitos outros Animais esteve a cargo de uma empresa espanhola, a J.G.P Hunting Expeditions, cujo diretor é toureiro, além de caçador profissional. Continua a valer tudo, entre muros? Para quando a proibição de caçadas em quintas vedadas? Para quando o fim destas matanças e do turismo cinegético latifundiário e elitista? Para quando o fim de um desporto que vive de morte e atrocidades, que transformou Portugal num deserto sem vida e que só se mantém à custa dos desequilíbrios que gerou? E porque continua a ser promovido com dinheiros e outros recursos públicos? Fonte: https://revistajaraysedal.es/caza-muflon-albino-portugal/