Milhões de martas mortas na Dinamarca


Milhões de martas foram mortas nas explorações de peles da Dinamarca, Espanha e outros países, devido ao coronavírus. Mas as atrocidades deste negócio também se cometem nas universidades.


No laboratório de experimentação desta universidade foram mortas mais de 6 mil martas que tinham sido destinadas à experimentação, com o objetivo de se descobrir melhores formas de produzir peles.


As experiências eram financiadas por empresas de “produção” de peles.


Da pecuária à pesca industrial, da indústria das peles à aquacultura - não há indústria ou negócio que envolva animais que não tenha ligação com as atrocidades da experimentação em animais.


Milhões de animais de todas as espécies são sujeitos a experiências cruéis com o objetivo de se investigar como produzir mais “carne”, mais leite, mais ovos, mais pele, mais resistências às doenças, como transportá-los vivos mais longe, como crescerem mais rápido, como suportarem mais concentração e confinamento.


A notícia pode ser consulta aqui: https://dca.au.dk/.../nedslagning-af-mink-paa-au-foulum/