Exportação de Polvo para o mercado coreano e japonês


Em Portugal têm sido feitas experiências cruéis com polvos, com o objetivo de avaliar a possibilidade de enviar grandes quantidades destes animais (100 kg de polvos por metro cúbico de água) para o Japão, onde serão lentamente desmembrados e comidos ainda vivos…


Fonte: http://bit.ly/live-octopus-transportation


Numa publicação da FARNET de 2017 (http://bit.ly/exportar-polvos-vivos) pode ler-se:


"Nos últimos anos, os polvos portugueses têm vindo a despertar o interesse de mercados internacionais, nomeadamente o japonês e o coreano. Existem empresas nestes países asiáticos interessadas em adquirir polvos vivos, os quais são necessários para confecionar iguarias típicas, como o Sannakji e o Ikizukuri (polvo cru fatiado ainda vivo na tradição gastronómica coreana e japonesa, respetivamente)."


Não há limites para as atrocidades na experimentação em Animais...