Será necessário punir?


O castigo e a punição, além de degradarem a relação entre o Animal e o tutor, não mostram ao Animal o que seria suposto ou aceitável para nós que ele fizesse. Na maioria das vezes deixam-no confuso e frustrado. A maior parte dos comportamentos "inaceitáveis" para nós dos Animais que escolhemos acolher nas nossas Famílias são comportamentos naturais das suas espécies. Para uma melhor e mais saudável convivência precisamos de estar conscientes e informados sobre as suas necessidades específicas (idealmente, antes da Adoção) e, em vez de tentarmos constantemente suprimir comportamentos que lhes são naturais, devemos mostrar-lhes em que situações ou locais os poderão exibir, dar-lhes alternativas, ensinar-lhes as nossas regras. O treino com reforço positivo é uma forma saudável e divertida de comunicarmos com os Animais e de lhes explicarmos aquilo que queremos que façam e como se devem comportar em sociedade. Tornam-se mais confiantes e com maior capacidade para lidar com novas situações. Se procura um treinador para o seu Melhor Amigo, esteja atento aos métodos usados, informe-se sobre a formação feita e peça referências. Porque acreditamos que todos os Animais devem aprender de forma positiva e divertida e de ter uma relação de confiança e cumplicidade com os tutores, não recomendamos qualquer tipo de treino que envolva violência, dor, punição ou castigo (o que inclui também os esticões na coleira e as estranguladoras).